Sedimento fino

Sou argila,
sedimento fino em suspensão.
Toda intempérie me carrega.
Parte de mim é erosão.

sábado, 30 de novembro de 2013

Sem título

Se o instante não existe,
então, quanto tempo há numa foto?

Via crúcis

A vida é uma paixão
tal qual a do Cristo,
que a viveu
em apenas um dia:
Imaginemos.
Uma mulher
é um furioso açoite desta paixão.
É a chibata da vida.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

O declínio

Saltar do cume mais alto
do monte mais alto já escalado.
Saltar de peito aberto,
com os olhos nas mãos.
Os olhos esmagados pelas mãos cerradas.
Sentir a queda e jamais o impacto,
o medo que nunca cessa,
o atrito que queima o rosto...
Em algum momento
o arrependimento
de ter arrancado os olhos,
de ter sentido medo,
de ter cerrado as mãos...
De tê-los esmigalhado!
Em algum momento
a eterna queda
torna-se o inferno
e a percepção da morte
brilha como o sol acima do cume,
acima das nuvens, acima do céu.
E o monte cumpre o seu papel.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Sem título

Tudo será do mesmo jeito
quando tudo mudar.
Como sempre, inevitavelmente,
eu estarei lá.
E será como uma guerra
e teu lar será outro lugar.
Porém, eu te darei a minha terra
e te oferecerei água de coco
nos jardins da infância,
onde se joga futebol
e os joelhos choram no atrito da alegria.
Mesmo assim, algo sempre será:
você sempre estará perto e longe,
como num sonho.